Sejam bem vindos, deixem uma opinião...VOLTEM SEMPRE!

Pesquisar neste blogue

Os nossos olhos são o espelho da nossa alma, não mentem, reproduzem sempre os pormenores mais íntimos dos nossos sentimentos. O Espelho da Alma é um espaço onde se pretende reproduzir em poesia um manifesto desses sentimentos do autor. Tu! Que aqui passaste, considera-te bem vindo e volta sempre.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

O Desconsolo no Olhar





O Desconsolo no Olhar



Olhar choroso, num lamento mais sentimental

Que o leve e suave murmurar do veio de água.

Aqui só e lançada ao crepúsculo, esta mágoa,

Num lento desconsolo, permanece intemporal.



Dilui-se, apaga a espuma das lágrimas no olhar,

Triste, como o ocaso do Outono numa folha,

Cinza e ouro, como Por do Sol, que sem escolha

Desvanece ao longe da vista, escapando devagar.



E aqui estou eu, num saudosismo permanente,

Um lacrimejar constante, onde nos olhos arde

A nostalgia triste desse colorido poente.



Aqui me disperso e mesmo a alegria ausente,

Preencho a manhã, relembro desamores e da tarde

Faço, no eco dos meus prantos... confidente.



LUIZ

1 comentário:

  1. Lamento tua ausência
    A União a ti eu fomento
    Os Idílios da minha vida
    Somente em ti se exilam.

    Eu

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo