Sejam bem vindos, deixem uma opinião...VOLTEM SEMPRE!

Pesquisar neste blogue

Os nossos olhos são o espelho da nossa alma, não mentem, reproduzem sempre os pormenores mais íntimos dos nossos sentimentos. O Espelho da Alma é um espaço onde se pretende reproduzir em poesia um manifesto desses sentimentos do autor. Tu! Que aqui passaste, considera-te bem vindo e volta sempre.

domingo, 5 de setembro de 2010

P O E S I A






Guardo em mim a certeza de me esforçar por ser
Teu amor, dar-te o carinho que ambicionas ter.
Dias de cumplicidade partilhada que desejámos,
Noites de paixão, que conjuntamente sonhámos.

Vivermos um romance e como Romeu e Julieta,
Ser no coração, por Cupido, atingidos c'uma seta.

O que eu sei, o que não sei ou simplesmente pensei,
Ventos que me guiam a mão por céus que ansiei.
Uma fome, um choro, quiçá só essa louca vontade
De movido pelo desejo, alcançar teu amor de verdade.

A poesia me guia a mão sem vacilar e num momento,
Numa estrofe e nestas rimas, se confessa o sentimento.

Entrelaçadas as mãos, meus lábios tocando os teus,
Mapeando os destinos que se enlaçam( teus e meus ).
Enquanto nas nuvens o vento dissipa marcadas euforias
Surgem no horizonte novos amores, douradas alegrias.

E se nesta minha poesia invoco anseios de uma paixão,
Mais não faço que enunciar nela as razões do coração.

setter-oespelhodaalma.blogspot.com

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo